quarta-feira, 3 de junho de 2015

Pare de atirar na sombra! Acerte a cabeça!

Por ser movimento espontâneo, não coordenado, as manifestações que temos visto, desde junho de 2013 Abril  e maio de 2015, e diariamente nas mídias sociais, bem como panelaços e vaias para Dilma, Lula e outras “estreletes” petistas tem algo em comum, e muito de divergente.
Tenho visto com freqüência gente se dedicando ao “fogo amigo”, com sua metranca virada para o lado errado, assim, intervencionistas e “impeachmistas” se agridem mutuamente, e a oposição se divide em centenas de grupos, isolados, quando não antagônicos.
Não sou contra a pluralidade de pontos de vista, ao contrario! É dessa multiplicidade de opiniões e idéias que a democracia colhe seus melhores frutos.
Porem, o momento é de guerra, e é a própria ideia de democracia representativa que esta ameaçada. Assim sendo, sempre que alguém rema no sentido contrario ao seu, anula seu esforço!
Faço um apelo a todos os que se situam à direita do centro, e não peço a ninguém que abra mão de suas convicções: Vamos nos unir, em nome daquilo em que concordamos, contra o nosso inimigo comum, que é todo mundo que se situa à esquerda do centro, reunidos no Foro de SP, e evitemos qualquer crítica a alguém que esteja na mesma trincheira, atirando para o mesmo lado!
A esquerda, inteligentemente, fez isso, e tem nos dado uma surra! A mais de 20 anos, reunida no Foro de SP, partidos esquerdistas, movimentos revolucionários e narco comunistas tem coordenado suas ações e colaborado entre si, e assim, lograram dominar o cenário político da América Latina,

Por uma questão tática, vamos parar de atirar na sombra do inimigo! Ajustemos nossa pontaria, e unificados, acertemos na mosca!